4 dicas de transporte de bebês e crianças nos carros

Levar as crianças para passear é um ótimo programa para um final de semana ou mesmo para aproveitar as férias. O transporte seguro, no entanto, deve estar sempre à frente de qualquer outra preocupação, independentemente da duração da viagem de carro.

Para isso, existem leis e acessórios que garantem a segurança e bem-estar dos bebês e crianças. Veja 4 dicas sobre isso para ter passeios sempre tranquilos:

1. Acomode as crianças no banco de trás

Por mais divertido que seja sentar no banco da frente quando se é criança, o condutor do veículo que permitir isso estará descumprindo uma lei do Código Brasileiro de Trânsito. A regra determina que crianças de até 10 anos devem sentar atrás, sendo que até os 7 anos e meio elas só podem ser transportadas no veículo com assentos especiais.

A multa por qualquer descumprimento em relação à segurança dos pequenos passageiros é de R$ 293,47.

2. Saiba comprar o assento para transporte 

A primeira coisa a se fazer na hora de comprar o assento para seu bebê ou criança é verificar o certificado pelo selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial).

Após confirmar o selo, veja a seguir qual assento é o mais adequado em relação à idade das crianças e como usá-los:

  • bebês de até 1 ano de idade devem ser transportados no banco de trás do carro, no bebê conforto e de costas;
  • crianças entre 1 e 4 anos devem ficar na cadeirinha, presas com o cinto e no banco traseiro;
  • crianças com idade entre 4 e 7 anos e meio, devem utilizar um assento de elevação no banco de trás;
  • crianças com idade entre 7 anos e meio e 10 anos precisam usar apenas o cinto de segurança com 3 pontos no banco de trás.

3. Fique atento e tenha cuidado com atitudes perigosas

Não basta os pais apenas utilizarem as cadeirinhas ou não permitirem que seus filhos andem no banco da frente. Confira algumas ações que devem ser evitadas durante as viagens para manter o transporte seguro:

  • nunca transporte crianças no colo, mesmo no banco de trás;
  • não utilize os cintos de segurança do carro nas crianças menores;
  • trave as portas para que não sejam abertas por dentro;
  • deixe as janelas abertas para somente a passagem de ar;
  • jamais coloque duas crianças na mesma cadeirinha ou cinto de segurança.

4. Observe o momento ideal de passar para o banco da frente

Mesmo depois de a criança ter completado 10 anos ou mais, é preciso verificar a estatura dela. Assim, ela precisa ter altura ideal para que o cinto de 3 pontos do banco dianteiro não a sufoque ou fique largo demais.

Outro ponto importante é educar a criança quanto aos cuidados que ela deve ter ao sentar na frente. Nesse sentido, explique a ela que não pode fazer brincadeiras que atrapalhem o condutor ou tirem sua atenção do trânsito e fale sobre a importância do cinto de segurança. Uma boa conversa fará toda a diferença para conscientizá-la de suas ações.

Basta seguir estas dicas para não colocar em risco quem você mais ama. Portanto, esteja equipado com os melhores assentos para bebês e crianças, além de preparado para sempre trocar ideias com os pequenos em relação a essas medidas que fazem bem para a família toda.

Compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais e ajude-os também a garantir o transporte seguro da criançada. Até a próxima!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"