8 dicas para economizar o combustível do carro

Com os preços nos postos cada vez mais altos, economizar o combustível do carro tem se tornado uma preocupação comum a todos os motoristas. Além disso, o preço elevado não é a única preocupação: os gases emitidos pelos veículos estão entre os maiores causadores do efeito estufa.

Assim, gastar menos combustível é vantajoso financeiramente e ainda contribui para tornar nosso planeta menos poluído. Contudo, o que pouca gente sabe é que o consumo de combustível de um veículo está bastante relacionado ao modo de dirigir e ao funcionamento adequado de seus componentes.

Pensando nisso, separamos 8 dicas práticas que farão você economizar na hora de abastecer seu tanque. Confira!

1. Faça a manutenção preventiva

O rendimento de um motor de carro está diretamente ligado ao bom funcionamento de seus componentes mecânicos e elétricos, responsáveis pela queima correta do combustível e pelo melhor uso da energia gerada. Esses dois últimos fatores influenciam diretamente no valor gasto nos abastecimentos. Assim, fazer a manutenção preventiva no veículo é primordial.

Troque as velas e cabos conforme as indicações de tempo e quilometragem do manual do proprietário do carro. Elas são responsáveis pela queima do combustível no motor. Uma vela falhando fará com que parte do combustível não queime e seja jogado fora.

Trocar os filtros de ar e de combustível no tempo certo também ajuda, assim como o óleo do motor e seu filtro. Troque-os sempre por produtos dentro das especificações do fabricante do veículo. Esses componentes fazem com que o motor trabalhe com menos esforço.

Além disso, leve o carro ao mecânico sempre que perceber comportamentos estranhos, como barulhos ou falhas. Conforme as indicações do fabricante, revise a suspensão, rolamentos e pneus, cuidando de seu alinhamento e balanceamento.

2. Calibre os pneus corretamente

Deixar os pneus com a pressão correta não só aumenta sua vida útil, como faz com que o motor precise de menos esforço para rodá-los. Além disso, bombas de ar são oferecidas gratuitamente pela maioria dos postos de gasolina, sendo fácil encontrá-las.

Portanto, calibre os pneus semanalmente, de acordo com as indicações de pressão feitas pelo fabricante no manual do proprietário. Faça isso assim que tirar o carro da garagem, quando eles ainda estão frios, pois a temperatura do ar em seu interior pode modificar sua pressão.

3. Troque as marchas no tempo certo

Manter a aceleração em alta rotação fará com que haja um gasto maior de combustível e um menor aproveitamento de sua energia por conta dos limites das marchas baixas da embreagem. Assim como, o uso de marchas altas em velocidades baixas fará com que a injeção eletrônica compense a falta de rotação queimando mais combustível do que o necessário.

Portanto, é preciso fazer a troca de marchas no tempo certo, respeitando sua velocidade e mantendo a rotação em níveis medianos.

No manual do proprietário de seu veículo estão as instruções para as trocas corretas das marchas para melhorar o desempenho do motor. Dessa forma, seu carro aproveitará o máximo da energia da queima do combustível para locomover-se com o mínimo de desperdício.

4. Dirija defensivamente

Quanto mais o freio é utilizado, mais energia é desperdiçada. Isso significa queima de combustível à toa. Isso também acontece quando o carro fica parado no trânsito ou em semáforos.

Assim, dirigir defensivamente, respeitando os limites de velocidade e uma distância segura dos outros veículos, fará com que você possa antecipar situações de diminuição de velocidade, freadas ou paradas.

Dessa forma, há menos uso dos pedais do acelerador e do freio e mais do freio-motor, que minimiza a injeção de combustível nos cilindros.

5. Não dirija em ponto morto

Além de ser perigoso, pegar aquela ladeira na “banguela” fará com que seu carro gaste mais combustível.

Isso porque, diferentemente dos carros antigos com carburação, os modelos atuais com injeção eletrônica possuem controle da queima de combustível conforme o giro do motor. Se o carro estiver em movimento em ponto morto, o giro das rodas não movimentará os pistões.

Assim, o sistema eletrônico é que terá de trabalhar para o motor não morrer, injetando combustível para ser queimado, mesmo sem que o pedal do acelerador seja acionado.

Dessa forma, é melhor andar com o veículo engatado, pois a injeção eletrônica corta o fornecimento de combustível se o motor estiver funcionando com o próprio movimento das rodas.

6. Não abuse da velocidade

Principalmente em estradas e rodovias, há uma tendência de que os motoristas acelerem até a velocidade máxima permitida (ou até a ultrapassem). Mas o que pouca gente sabe é que a eficiência do veículo diminui muito em velocidades mais altas.

Isso acontece devido à resistência do ar, que faz com que a rotação do motor precise ser maior para obter um ganho de velocidade. A maioria dos automóveis de passeio tem seu melhor rendimento na casa dos 90 km/h. Acima disso, o ganho de velocidade será cada vez menor em relação ao gasto de combustível.

Para se ter uma ideia, um carro a 120 km/h gasta 50% mais combustível do que se estivesse a 100 km/h. Ou seja, uma aceleração de apenas 20% a mais.

7. Desligue o ar-condicionado

A maioria dos aparelhos de ar-condicionado automotivo funciona com correias ligadas ao motor. Dessa forma, quando o aparelho está funcionando, acaba sendo um esforço a mais para o motor do carro, que precisa queimar mais combustível para manter seu desempenho. Assim, manter o ar-condicionado desligado é uma boa alternativa para economizar.

8. Use combustível confiável

Combustível adulterado geralmente possui concentração de água ou solventes acima do permitido, o que faz com que sua queima gere menos energia do que o ideal. Assim, será preciso um maior consumo para manter o motor funcionando e para aumentar a aceleração.

Além do consumo maior, o combustível ruim afeta os componentes do carro, como a bomba de combustível, filtro, velas, entre outros, diminuindo sua vida útil e causando perda de eficiência. Ou seja, o consumo aumenta pela soma desses dois fatores.

Portanto, busque sempre um posto de abastecimento confiável e evite os combustíveis muito baratos, pois não há muito como os postos fugirem dos preços do mercado, a não ser adulterando o produto.

Pronto! Agora você já sabe como economizar o combustível do carro! Gostou das dicas? Então compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"