Afinal, é possível comprar um carro usado com a carta de crédito?

Os consórcios andam em alta nos últimos anos, afinal, a modalidade atrai pessoas interessadas em conquistar um bem de um jeito mais prático e menos pesado para o orçamento. Entre eles, um dos mais visados é um veículo próprio, mas então surge a dúvida: é possível comprar um carro usado com a carta de crédito?

O ponto inicial que todos precisam saber é que, sim, o participante pode comprar um automóvel usando a carta. Porém, para que tudo corra bem, é fundamental ficar atento a algumas particularidades do processo — da escolha do consórcio até a liberação para a compra.

Por isso, preparamos este post com as principais informações sobre esse assunto. Acompanhe e tire suas dúvidas!

O que é uma carta de crédito?

De forma simples, uma carta de crédito funciona como uma espécie de vale-compra. Ou seja, ela corresponde ao valor que o consorciado escolheu para seu plano. Ao ser contemplado, o participante recebe a carta e pode optar por comprar carro usado ou outro bem ou, ainda, receber o valor em dinheiro, desde que as regras estipuladas no contrato sejam respeitadas.

Como ocorre a contemplação?

Depende do formato escolhido pela administradora. Algumas usam os resultados da loteria para o sorteio dos participantes. Outras fazem os sorteios internamente em assembleias com os consorciados.

Ao ser contemplado, o participante recebe a carta de crédito no valor do plano contratado, não importando a quantidade de parcelas pagas. Lembrando que todos serão contemplados até o fim do grupo e, assim, os sorteios apenas servem para definir a ordem de contemplação e equilíbrio entre os consorciados.

seminovos
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

O que é preciso avaliar para comprar um carro usado com carta de crédito?

Existem algumas considerações muito importantes que o participante do consórcio automotivo precisa avaliar sempre até ser contemplado. A seguir, apontamos as mais relevantes.

Valor do carro

É possível adquirir o veículo que desejar desde que ele esteja dentro do especificado para a cota.

Mas pode acontecer de o valor do plano não ser suficiente para comprar o carro que a pessoa deseja. Nesse caso, ela pode usar a carta como parte do pagamento. Por exemplo, a contemplação é de 30 mil e o carro custa 50 mil, o consorciado paga uma parte e pode parcelar o restante.

Critérios do contrato

O contrato é o ponto chave para não ter dor de cabeça ou alguma decepção com consórcio para comprar carro usado com a carta de crédito. Por isso, antes de assinar, é preciso conferir com atenção alguns pontos fundamentais:

  • não acreditar em promessas verbais — tudo o que foi acordado precisa estar no contrato;
  • analisar se o contrato está em conformidade com a propaganda feita pela empresa;
  • verificar quais são as condições para a contemplação;
  • consultar dados sobre a empresa — reclamações, CNPJ, tempo de existência da empresa etc.;
  • conferir se a administradora é autorizada e tem o registro junto ao Banco Central.

Esses são apenas alguns dos aspectos gerais; via de regra, enquanto as dúvidas persistirem, o contrato não deve ser assinado!

O que devo saber antes de contratar um consórcio automotivo?

A fase de análise e planejamento para a escolha do melhor consórcio é fundamental e todo cuidado deve ser tomado nesse momento. Antes de assinar a documentação, é preciso avaliar se os seguintes pontos estão dentro do que se esperava ou se ainda restam dúvidas a respeito. Acompanhe.

Contrato

No tópico anterior, falamos sobre os critérios gerais de análise do contrato. Aqui, vamos um pouco mais fundo: conhecer as regras adotadas pela administradora, pois elas variam de uma para outra e em alguns casos são significativas.

O contrato propriamente dito não obriga o consorciado a adquirir o bem que havia determinado no início do plano. Por exemplo, o participante queria um tipo específico de carro usado, mas no momento da contemplação ele percebeu que havia outro modelo que poderia adquirir. Ele pode perfeitamente fazer isso com carta crédito recebendo o valor em dinheiro ou adquirindo outro carro, caso as regras deixem claro essa possibilidade.

Ler atentamente o contrato evita que o participante comece a pagar mensalidades acreditando que poderia fazer x coisas, quando não seria possível.

 

consorcio
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Regras de uso da carta de crédito

Todas as administradoras têm regras próprias sobre como usar a carta de crédito após ser contemplado. Por exemplo, algumas podem definir que o bem adquirido ficará como garantia até que as parcelas restantes sejam pagas, caso o valor seja superior à cota do grupo.

Situação do carro usado

Estamos falando sobre comprar um carro usado e, mesmo tendo em mente que o antigo dono foi cuidadoso com o veículo, é preciso considerar que ele já não é o mesmo que antes. Por isso, vale a pena analisar e conferir a situação de determinados itens que sofrem muito com os anos de uso, como amortecedores, volante, bancos e pedais. A parte externa também precisa ser avaliada de perto, especialmente a situação da pintura.

Comprar um carro usado é o sonho de muitas pessoas que anseiam conquistar um veículo próprio. O consórcio, nesse cenário, é uma excelente ferramenta para ajudar na realização desse sonho sem que seja necessário sofrer ou sacrificar muito do orçamento.

Agora que você já sabe que é possível comprar um carro usado com a carta de crédito, aproveite e faça já o seu consórcio, fale com um de nossos especialistas e veja como é fácil.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"