Carros blindados: o que é preciso saber antes de comprar o seu?

Você provavelmente já pensou nas vantagens de ter um carro blindado. A garantia da proteção que o veículo pode trazer é, sem dúvidas, tentadora. No entanto, antes de fazer a compra de um, é preciso levar em consideração alguns pontos.

A grande maioria dos carros pode ser blindado com a aplicação de chapas de aço, placas de um mix de plásticos e vidros reforçados, também compostos por uma camada extra de plástico. Porém, esse procedimento só é útil para armamentos leves. Para isso, é preciso ter a autorização do Exército, que checará todo o histórico de quem está interessado.

É preciso levar em consideração, também, que a blindagem é um processo caro, custando cerca de R$ 50.000, fora o preço do automóvel novo. Desse modo, comprar um modelo usado já blindado pode ser uma vantagem.

Isso porque esses automóveis podem valer até metade do valor que custaram após alguns anos de uso, o que significa uma grande economia. Leia no post algumas dicas para não errar na hora de escolher entre os modelos de carros blindados!

Busque informações sobre o veículo

A grande desvalorização do valor em poucos anos têm um motivo: a blindagem causa danos e impactos importantes na mecânica e na estrutura do carro. Afinal, a estrutura de metal e plástico pode pesar de 50 kg a 200 kg, em média. Desse modo, é preciso que o serviço tenha sido extremamente bem-feito e o seu proprietário tenha feita a manutenção correta para evitar desgastes maiores.

Sendo assim, busque informações precisas sobre o veículo. Não é recomendado comprar um veículo que tem mais de 3 anos de idade ou uma quilometragem muito alta. Isso porque o desgaste é maior quando o veículo está em movimento, visto que há maior peso em seu interior.

Avalie todos os itens

Depois de checar se a empresa de blindagem oferece um serviço de excelência, é preciso verificar os itens do carro. Inicie a observação no acabamento interno, pois parafusos encontrados no meio de forrações, portas ou revestimentos demonstram um serviço descuidado ou uma manutenção feita em uma oficina de má qualidade.

Veja se o veículo não tem sinais de umidade ou cheiro, visto que essa condição pode afetar a durabilidade da blindagem. Teste os vidros e observe se a subida é muito lenta ou eles param no meio do caminho quando acionados, pois isso pode representar grande perigo na hora de um assalto, por exemplo. No entanto, lembre-se de que as janelas costumam abrir pouco depois do procedimento.

Todas as portas devem ser bem alinhadas e abrir e fechar normalmente. Assim, veja se elas encostam na soleira e deixam marcas, pois esse tipo de situação pode indicar cansaço da estrutura do carro.

Ao andar no veículo observe se ele tem um comportamento firme, estável e sem ruídos. Além disso, cheque o funcionamento do ar-condicionado, visto que o veículo trafegará sempre com os vidros fechados.

Conheça sobre os cuidados especiais

Um carro blindado exige vários cuidados a mais que devem ser aplicados pelo proprietário para evitar desgastes precoces. O primeiro deles é com os vidros, visto que a troca pode custar cerca de R$ 10.000,00 e eles se quebram facilmente. Sendo assim, evite bater a porta do carro com os vidros abertos, pois eles podem quebrar.

Além disso, é preciso tomar cuidado ao deixar o veículo ao ar livre, já que mudanças bruscas de temperatura ou o sol muito quente aceleram a delaminação dos vidros, causando bolhas, que diminuem a proteção contra balas.

O motorista precisará fazer um curso específico de pilotagem para dirigir um carro blindado. Isso porque, devido às chapas e ao peso extra, o centro de gravidade do carro é desviado, causando alterações no modo convencional de dirigir. Para não correr riscos é recomendado que todas as pessoas que terão acesso ao veículo saibam dirigi-lo.

A pessoa que adquirir um modelo blindado, seja novo ou usado, precisará requisitar junto ao Exército um certificado de registro (CR). Esse documento é pessoal e deve ser renovado a cada três anos. Além disso, processo pode ser feito pelo despachante, sendo necessário RG, comprovante de residência e uma certidão atestando a negativa para antecedentes criminais.

Em relação à documentação, o veículo precisa ter em seu documento a palavra blindado no espaço referente a itens obrigatórios.

Verifique a data de validade

A blindagem, apesar de ser um processo caro, tem data de validade. Desse modo, é preciso verificar o prazo para não ter surpresas desagradáveis ou prejuízos.

Para fazer a verificação da validade confira o estado dos vidros, que não devem estar delaminados. As chapas e as mantas aplicadas na lataria, como nas portas, devem estar no lugar e íntegras. Por fim, ateste o funcionamento do motor, da suspensão, do sistema de freios, as fechaduras elétricas e os amortecedores.

Como esse é um processo muito técnico, a sugestão, antes de comprar um modelo usado, é levá-lo a um mecânico de confiança. Esse profissional poderá verificar todos os itens do carro e atestar se ele realmente está apto para a compra. Além do mais, existem empresas especializadas em blindagem, que podem verificar se as chapas aplicadas no automóvel estão em bom estado.

Esse passo é importante porque, apesar de o veículo ser usado e seu valor de mercado ser menor, adquirir um carro blindado ainda é um grande investimento. Por fim, todo carro blindado deve ter um certificado de blindagem. Solicite-o ao proprietário e verifique se a empresa que realizou a blindagem tem boa imagem no mercado e é de confiança.

Entenda como funciona a revisão e a manutenção 

Um carro blindado exigirá manutenção e revisão com menor intervalo do que automóveis regulares. Isso é importante devido às mudanças no centro de gravidade e no peso, que podem desgastar as peças mais rapidamente.

Esse cuidado evitará que as peças tenham que ser trocadas precocemente e haja danos nos amortecedores, motor, suspensão e no sistema de freios. Ademais, é preciso levar o automóvel periodicamente para verificar o estado das chapas de blindagem em uma empresa especializada.

Cheque a garantia

A maioria das blindadoras oferece um seguro do serviço que dura de três a cinco anos. É por esse motivo que comprar um carro blindado com idade superior a três anos não é muito vantajoso.

É importante verificar se a empresa que blindou o veículo ainda está ativa para que, caso seja necessário, os reparos sejam feitos. Além disso, saiba qual é o tempo que resta da cobertura para evitar imprevistos.

A escolha dos carros blindados deve ser feita com cautela e observando os pontos acima. Lembre-se de que, além de analisar as condições do carro é preciso verificar o estado da blindagem. Por fim, após a compra é preciso realizar as manutenções e revisões necessárias para garantir o bom estado do automóvel para revendê-lo.

Ficou interessado em adquirir um carro blindado? Então entre em contato conosco. Vamos ajudá-lo escolher entre os modelos ideal!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"