O que fazer para garantir a segurança do meu pet no carro?

Quem tem animais de estimação sabe o quanto é importante para seu dono vê-los sempre bem e em segurança. Sendo assim é bom que sigamos algumas regras quando os transportamos dentro do veículo. E você, sabe o que diz a lei sobre transporte de animais em carros?

Aquela cena que estamos cansados de ver — um cachorro solto dentro de um carro e, muitas vezes, com a cabeça pra fora — pode render ao motorista do veículo uma multa e a perda de quatro pontos na sua Carteira de Habilitação.

Transportá-los com segurança pode prevenir uma série de acidentes, que ocorrem devido a freadas bruscas, colisões, etc. Sendo assim, confira como garantir a segurança de seus pets quando são transportados no interior dos veículos. Acompanhe!

O que diz a lei

De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito algumas regras quanto ao transporte de animais de estimação devem ser seguidas para evitar multa e a perda de alguns pontos na CNH. Confira!

Art. 235 – Conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados: infração grave com multa de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira. Medida administrativa – retenção do veículo para transbordo.

Art. 252 – Dirigir o veículo transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas: multa de R$ 86,13 e quatro pontos na carteira.

Como fazer o transporte de animais em carros de forma segura

Para que tudo ocorra de forma perfeita durante os passeios de carro com seus animais, sejam eles cães ou gatos, todos os cuidados referentes à segurança devem ser tomados. Confira:

  • Nunca trafegue com seu pet solto no veículo, isso pode provocar sérios acidentes. Como no caso de freadas bruscas, ele ser lançado para fora do carro ou em direção ao vidro, ou mesmo ele cair em cima do motorista e atrapalhá-lo na condução do veículo;

  • Utilize caixas, cintos de segurança e cadeiras apropriadas;

  • Quando o motorista estiver com alguém no carro, essa pessoa pode levar o animal no colo sem problema algum;

  • Transportar os animais corretamente não apenas evita multas, mas também garante total segurança ao animal e ao motorista;

  • Para os gatos, por serem mais estressados do que os cães e não terem o hábito de saírem de casa, é aconselhável que sejam colocados em caixas de transporte ainda dentro de casa.

Como proceder em viagens mais longas

Cães de pequeno porte

Para esse tipo de cão é indicado o uso de um cinto peitoral, que se adapta ao cinto de segurança.

Cães de porte grande

Para os maiores, o indicado em viagens mais longas é que sejam transportados na carroceria do carro e dentro de uma caixa apropriada para transporte.

Temperatura do carro

Fique atento à temperatura de seu carro que, dependendo da duração da viagem, é de extrema importância. Por isso, evite acomodar o animal em um local do carro onde haja luz direta solar, e garanta também uma boa ventilação. Em dias quentes o melhor a fazer em percursos mais longos é utilizar o ar-condicionado.

Se você gostou do post e elucidou suas dúvidas sobre a segurança no transporte de animais em carros, compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude seus amigos a ficarem também por dentro do assunto!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"