Quais as vantagens e como funciona um bloqueador de carro?

Um dos desafios mais delicados à segurança pública brasileira é o impedimento de roubo a veículos, que, somente em 2016, registrou a média de 1 roubo ou furto por minuto, totalizando 557 mil incidentes naquele ano. Em função disso, muitos proprietários vasculham a internet em busca de soluções para proteger seu patrimônio.

Por isso, elaboramos este conteúdo para falar sobre o bloqueador de carro. Você já ouviu algo sobre essa ferramenta? Caso não, saiba que está tudo bem, pois ainda há tempo para que você conheça a alternativa, considerando sua aquisição. Para esclarecer o assunto, compilamos o artigo com uma série de perguntas e respostas pertinentes ao tema. Acompanhe!

O que é um bloqueador de carro?

Trata-se de um dispositivo capaz de interromper a injeção de combustível ao motor, fazendo com que o veículo seja imobilizado, impedindo o sucesso de uma tentativa de roubo. No mercado, esse aparelho pode ser encontrado em uma larga escala de disponibilidade e sofisticação, com modelos que adicionam funcionalidades como rastreamento GPS e ativação do alarme.

De toda maneira, aqui cabe focar apenas no propósito central dos bloqueadores, que é literalmente travar o automóvel. Geralmente, esses acessórios são compostos por uma central eletrônica e seus chicotes, que são o cabeamento utilizado para conectar o dispositivo ao conjunto mecânico.

Como esse dispositivo funciona?

Chegamos no ponto mais engenhoso desse tema, que inclusive, explica o sucesso dos bloqueadores entre os consumidores brasileiros. Basicamente, a central do bloqueador consegue “ler” as interações com o veículo e, com isso, dispara reações estratégicas para cumprir seu trabalho. Agora, entenda o seu funcionamento em dois cenários.

Tentativa de roubo

O invasor abre a porta do veículo, fazendo com que a central inicie uma contagem regressiva de 90 segundos. Com o carro em movimento ou não, após o término desse período, o veículo perde a capacidade de aceleração, pois o módulo terá cortado a injeção de combustível ao motor. Com um veículo disfuncional, o indivíduo abandona o carro, desistindo da tentativa.

Uso do proprietário

O proprietário abre a porta do veículo, fazendo com que a central inicie uma contagem regressiva de 90 segundos. Ciente do que acontece ao final do temporizador, o proprietário alcança o botão secreto, instalado estrategicamente onde apenas ele conhece. A ativação do botão desliga o timer do bloqueador, permitindo que o veículo funcione normalmente.

Mas, como sugerimos antes, existe uma ampla variedade de modelos no mercado que adicionam etapas e recursos a essa demonstração de funcionamento. Para todos os efeitos, basta lembrar que os bloqueadores sempre cumprirão a função descrita acima, eventualmente adicionando notificações de:

  • mensagem por meio de SMS ou aplicativo próprio do aparelho;
  • localidade do veículo roubado;
  • som, com a sincronia ao alarme.

Quais as principais vantagens desse equipamento?

Como pôde ver acima, a maior virtude do bloqueador é oferecer uma solução eficiente para a proteção do veículo. Afinal de contas, apenas quem já teve o automóvel furtado para reconhecer o transtorno desse episódio, repleto de idas à delegacia local, preenchimento de boletins de ocorrência, ativação do seguro e afins.

O bloqueador, por sua vez, pode reduzir o estresse dessa situação drasticamente, pois, mesmo que o seu veículo tenha sofrido uma tentativa de roubo, ele não poderá estar a mais de 90 segundos de distância do seu local de estacionamento inicial, facilitando – e muito! – o trabalho de recuperação do automóvel. Agora, vamos às vantagens!

Economia

O bloqueador é um investimento, sobretudo quando olhamos ao impacto que esse dispositivo tem sobre uma apólice de seguro, que fica consideravelmente mais barata na hipótese de que o veículo tenha esse equipamento. Isso acontece porque as seguradoras trabalham com parâmetros de risco e retorno.

Assim, veículos com aparatos de segurança ativa, como rastreadores e bloqueadores, são quase impossíveis de serem roubados, além de que suas funcionalidades facilitam a recuperação do bem tanto por meio da imobilização como do rastreio.

pecas
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Segurança

Contar com um bloqueador no seu carro dá uma enorme vantagem psicológica ao reagir a um assalto. Afinal, você não agirá sobre a neblina e incerteza de abandonar o seu veículo. Basta ser dócil, entregar as chaves e se afastar em direção a um local seguro. Em dado momento, o próprio veículo frustrará a tentativa de fuga deles.

Flexibilidade

Mesmo os bloqueadores mais simples possuem características flexíveis. Como exemplo, citamos uma função presente na ampla maioria deles: a opção manobrista, que considera aqueles breves períodos em que o carro será manuseado por terceiros.

Essa funcionalidade desarma o bloqueio por um período preestabelecido. Além disso, muitos bloqueadores permitem que o proprietário configure o temporizador, definindo períodos mais longos ou curtos à função, aumentando a conveniência do aparelho.

Qual o custo desse equipamento?

Tão grande quanto a diversidade de modelos é a flutuação de seus preços. Isso porque uma simples pesquisa no Google Shooping nos apresenta a uma infinidade de equipamentos, marcas e soluções. Com isso, identificamos três patamares de preço a esse dispositivo:

Como instalar o bloqueador em um carro?

A instalação do bloqueador é bastante simples, pois não exige nenhum procedimento invasivo para que se conecte ao carro. Na realidade, a central do dispositivo consegue se plugar ao veículo no cabeamento adequado, disponível sob o painel do automóvel. A etapa mais delicada, ainda que fácil, é a escolha e posicionamento do botão secreto, que deverá ser acessível e conveniente ao proprietário.

Como escolher o melhor tipo de bloqueador?

Observando o seu orçamento e necessidade. Afinal, você precisa garantir que está oferecendo uma proteção coerente à importância e valor do seu veículo. Por isso, deve-se considerar os locais em que você estaciona e a incidência desses eventos. Sobre a qualidade, você pode pesquisar pelo dispositivo em marketplaces virtuais como o Google Shopping ou o MercadoLivre e ordenar a pesquisa a partir dos melhores avaliados.

Com isso, encerramos mais este post importante aos proprietários de automotivos . Acreditamos que você conheceu outra solução funcional para a proteção do seu veículo nas ruas. Com a instalação desse dispositivo, pode ser que você reduza a ansiedade inerente ao abandono do veículo em uma região pouco protegida.

Você gostou deste artigo esclarecendo o funcionamento de um bloqueador de carro? Então aproveite a chance de se manter atualizado no segmento automotivo e assine a nossa newsletter!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"