Saiba como utilizar acessórios de carro corretamente

Instalar novos dispositivos no veículo pode ser uma ótima ideia para deixar o seu carro cheio de estilo e com as características que você deseja, mas fazer as alterações pode não ser algo tão simples quanto parece.

 

Dependendo da finalidade, alguns itens e modificações podem acabar aumentando as chances de acidentes e colocar em risco a sua vida e a de seus passageiros. Portanto, é imprescindível seguir algumas regras específicas para garantir a sua segurança e evitar receber multas de trânsito quando for pego em uma fiscalização.

Neste post, você vai conhecer as principais orientações na hora de instalar acessórios de carro e fazer mudanças visuais no automóvel. Acompanhe!

Instale a película na transparência correta

Existem dois tipos de películas no mercado: a espelhada e a fumê, com níveis de transparência que vão de 0 a 100%. Mas é bom deixar claro: as espelhadas são totalmente proibidas em carros no Brasil.

Já a película fumê, popularmente conhecida como insulfilm, pode ser usada tranquilamente, desde que o nível de transparência exigido na legislação seja respeitado. Então, fique atento: a transparência deve ser de 75% no para-brisa, 70% nos vidros laterais dianteiros e 28% nos outros vidros do carro.

Quando as películas são muito escuras, elas acabam atrapalhando a visão do motorista e, consequentemente, podem causar acidentes. Não é à toa que essa prática resulta em multa de R$ 195,23, 5 pontos na carteira e o condutor ainda é obrigado a retirar o insulfilm.

Por outro lado, a película na transparência certa oferece proteção contra raios UV, evita que os vidros se estilhacem em caso de roubo ou acidentes e, claro, faz com que quem está de fora do carro tenha dificuldade de visualizar o seu interior, garantindo mais privacidade e segurança.

Nunca coloque faróis de xenônio em um carro usado

No Brasil, os faróis de gás xenônio só são permitidos pela lei (que passou a vigorar em 2011) quando vierem instalados de fábrica. Isso acontece porque o gás que alimenta o farol vem de um reator instalado sob o capô que, quando mal colocado, pode comprometer a parte elétrica do carro.

Dessa forma, apenas modelos que foram produzidos com o xenônio ou que foram regularizados antes da norma passar a circular no país estarão de acordo com a lei.

Então, nada de instalar um kit de faróis de xenônio se o seu carro está nas ruas há algum tempo — essa prática pode render multa de R$ 195,23, 5 pontos na CNH e até mesmo a retenção do veículo para regularização.

Use a TV digital só com o carro parado

Diversos automóveis hoje em dia contam com uma central multimídia que, além de oferecer GPS, possui TV digital. Além de ser perigoso e aumentar as chances de segurança, ver televisão ao volante é proibido por lei.

Acompanhar as notícias na tela só é liberado para os passageiros no banco de trás ou, no caso do banco da frente, quando o carro estiver parado. Dispositivos originais de fábrica contam com um mecanismo automático que desabilita a TV assim que o automóvel entra em movimento.

Como essa prática é proibida por lei, é claro que rende multas de trânsito: o motorista deverá desembolsar R$ 255 e ainda perderá 5 pontos na CNH.

Jamais instale fitas de LED na parte interna dos faróis

As fitas de LED em veículos viraram moda no Brasil nos últimos anos. Esse é um dos acessórios de carro que são obrigatórios lá fora e que devem virar lei por aqui em breve.

Não há problema em fixar uma fita de LED no para-choque ou na carroceria do veículo, mas nada de colocar o dispositivo na parte interna dos faróis — qualquer instalação interna que altere a parte elétrica do carro deve ser reportada ao Denatran.

Se o motorista descumprir essa regra, ele terá de pagar uma multa de R$ 195,23 e vai perder 5 pontos na CNH.

Observe o modelo do engate

O engate traseiro é outro item que pode ser usado sem problemas nos veículos, desde que sua instalação obedeça às normas específicas. O primeiro passo é certificar se o acessório é homologado pelo Inmetro e foi instalado corretamente — caso comprometa a visibilidade da placa ou de alguma lanterna, por exemplo, você pode ser multado.

Além disso, é importante observar o modelo de cada engate e respeitar a sua capacidade de carga. Como o item é um dispositivo de acoplamento mecânico para reboque, por lei ele só deve ser utilizado em veículos com peso total bruto (o que inclui o peso do carro mais o da carga) de até 3.500 kg.

O engate também deve ser instalado de forma adequada para cada tipo de carro. Isso quer dizer que, na prática, você deve procurar por um modelo desenvolvido para o seu automóvel.

A legislação prevê ainda que o acessório tenha uma esfera maciça, iluminação e tomada elétrica, além de área para fixação de corrente e placa com nome do fabricante, CNPJ e registro do Inmetro.

Os motoristas que não seguirem as regras acima deverão pagar uma multa de R$ 195,23, receber 5 pontos na CNH e terão o automóvel retido para regularização.

Faça a instalação correta de todos os equipamentos

Depois de conferir este post, deu para perceber que estar com os equipamentos em ordem é fundamental para garantir a sua segurança e estar em dia com a legislação, não é mesmo?

Por isso, não se esqueça de sempre instalar os acessórios de carro ou fazer alterações na carroceria de forma correta! Assim, você evita imprevistos no futuro e deixa de correr o risco de receber multas de trânsito.

Além disso, é muito importante que as alterações e os novos itens sejam sempre analisados por profissionais antes de serem instalados, como os consultores da Honda HPoint, que podem ajudar você na hora de escolher os acessórios de carro para não ser surpreendido por multas de trânsito.

Afinal, apenas especialistas serão capazes de avaliar possíveis problemas relacionados às modificações, como perda de dirigibilidade, comprometimento da segurança ou perda da garantia de fábrica do carro.

Gostou deste post? Quer conferir outras dicas úteis para o seu veículo? Continue a visita em nosso blog e descubra quais as vantagens e como funciona um bloqueador de carro!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"