Saiba o que fazer para eliminar os barulhos internos em seu carro

Quem tem um veículo seminovo sabe como é conviver com os barulhos internos no carro. Com o passar do tempo, o desgaste natural e também o uso diário do veículo faz com que as peças do interior comecem a fazer alguns barulhos irritantes.

Por mais que o motorista já esteja acostumado a ouvir os barulhos no interior do carro, identificar de onde exatamente eles vêm não é tarefa fácil. Afinal, os carros contam com milhares de componentes somente em seu interior, então a busca pode ser longa.

Porém, seguindo algumas dicas dá para encontrar a fonte daquele barulho irritante e, com a ajuda de um profissional, eliminá-lo de vez. No post de hoje, mostramos as possíveis causas dos barulhos em diferentes partes do interior do veículo e como eliminá-los!

Ruídos no painel

O painel é, com certeza, o campeão de reclamações quando o assunto é fazer barulho. Isso acontece porque essa é a parte do interior do veículo em que estão concentradas a maioria dos componentes.

Se o barulho for de atrito em partes plásticas, pode ser o desgaste natural da peça, e o conserto vai desde um simples reaperto até a desmontagem total do painel para a instalação de espumas entre as partes que fazem contato.

Se o barulho só acontece quando você freia ou acelera o veículo e ele é rápido, sem ser constante, pode ser que algum fio esteja se chocando com a carroceria ou outros componentes metálicos. Nesse caso, é preciso agrupá-los e prendê-los onde não se movimentem mais.

Vibrações nas portas e vidros elétricos

Nas portas, os problemas mais comuns costumam ser as laterais que se desgastam com o tempo e começam a vibrar. Nesse caso, é preciso trocar o mecanismo que as mantém no lugar, já que a maioria dos veículos não utiliza mais parafusos nessas peças.

Outro barulho comum é o da máquina do vidro. Na maioria dos modelos, ela conta com cabos de aço que, com o tempo, ficam frouxos e se chocam com a lataria ocasionando o barulho. O suporte do vidro também pode começar a vibrar, mas, nesse caso, um reaperto costuma resolver.

Rangidos nos bancos

Os bancos costumam ocasionar aquele barulho de “nhec-nhec”. O ruído, geralmente, vem dos trilhos e do suporte do banco. Essas peças, por precisarem de mais força, são feitas de materiais metálicos e seu atrito gera o barulho.

O problema pode ser resolvido com reapertos, troca de apoios e buchas de borracha (quando há) e até a lubrificação dos componentes onde há movimento como os trilhos e o encosto das costas.

Barulhos de atrito no porta-malas

O porta-malas também é o grande vilão do silêncio na cabine. É lá que estão concentradas a maioria das peças plásticas do interior do carro e elas, inevitavelmente, começarão a fazer barulho de atrito com o desgaste natural.

A solução, neste caso, é instalar espumas especializadas nas áreas em que há contato direto entre as peças e também entre elas e a lataria. Barulhos de fios batendo também podem ocorrer nessa área, portanto, agrupe-os e prenda-os bem.

Pequenos ruídos no teto

O teto é o local do carro que tem menos probabilidade de fazer barulho. Quando isso acontece, geralmente costuma ser o forro solto ou até algum fio solitário em contato com a lataria.

Todos os procedimentos destinados a remover os barulhos internos no carro exigem a desmontagem do interior. Portanto, quando identificar o local do ruído, conte sempre com sua concessionária de confiança para executar o serviço.

Se você gostou das nossas dicas para identificar e eliminar os barulhos internos no carro, compartilhe o post nas redes sociais e mostre para seus amigos como cuidar melhor do carro!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"