Seguro de carro para mulher é mais barato? Veja como funciona a variação

Basta entrar no assunto sobre seguro de carro para mulher para perceber que a crença de que esses serviços deveriam ser mais caros para elas, causada pelo mito preconceituoso de que mulheres dirigem mal, ainda é algo muito forte nas pessoas.

Na realidade, o que ocorre é exatamente o oposto: para o público feminino, os seguros costumam ter valores mais baixos. Claro, há fatores muito importantes que contribuem para isso. Por exemplo, elas ficam mais atentas aos limites de velocidade, são mais cuidadosas com os lugares onde circulam e com o próprio carro.

O seguro de carro para mulher é tão bem visto pelas empresas que oferecem esse tipo de serviço que, não raro, encontramos seguradoras que oferecem apólices específicas para esse público. Em alguns casos, o serviço inclui até mesmo o acompanhamento a uma delegacia para o registro de uma eventual ocorrência.

Por outro lado, os homens já são um caso um pouco mais “complicado”. Pontos como dirigir mais rápido, estarem menos propensos ao uso do cinto de segurança e a participação em atividades irresponsáveis como rachas, entram na lista dos “contras”.

A seguir, listamos alguns dos principais motivos que fazem com que o seguro de carro para mulher possa ser mais barato. Confira e fique por dentro do tema!

Cautela no trânsito

Basta uma busca simples em um órgão de trânsito ou de polícia para encontrar dados que apontam o menor envolvimento de mulheres em acidentes graves de trânsito. Dados do estado de São Paulo informam que no ano de 2017, por exemplo, somente 6,4% dos condutores envolvidos em ocorrências de trânsito eram mulheres.

Não é difícil encontrar pesquisas que mostram que os homens tendem mesmo a ser mais agressivos. Isso quase sempre é um fator causador de acidentes, e a regra é simples: quanto mais descuidado, mais caro o seguro.

Dados do DPVAT apontam que mais da metade das indenizações pagas no país relacionadas a acidentes de trânsito são direcionadas para vitimas masculinas. No caso dos acidentes com motos, a situação é ainda pior. 80% das indenizações por morte e 79% das por invalidez permanente são pagas em decorrência de acidentes com homens.

No ano de 2017, foram mais de 380 mil indenizações pagas pelo órgão, a parte mais significativa delas para homens entre 18 e 34 anos. Embora sejam a maioria da população, os cuidados e atenção no trânsito mantêm as mulheres longe do topo das estatísticas. Mais um ponto que contribui para um menor preço do seguro para elas.

Cuidados com o carro

Uma visita rápida na oficina de automóveis de seu bairro pode esclarecer esse ponto. Como cuidam melhor do carro, o seguro de carros para mulher tende a ser mais baixo.

Um dos comentários mais repetidos ao se perguntar em uma oficina sobre o motivo de todo esse cuidado é que elas são mais preocupadas. E tem mais: ao contrário de muitos homens que acham que sabem de tudo, as mulheres dão uma atenção toda especial às informações constantes no manual do proprietário do veículo. Além, é claro, de ficar de olho nas orientações dadas pela mecânica autorizada.

Ter todo esse cuidado em seguir o manual e não atrasar as revisões diminui significativamente as chances de que o carro apresente algum tipo de problema. Esse é mais um fator que impacta diretamente no valor do seguro a ser pago.

Modelos de carros

Outro ponto relevante na grande diferenciação entre a cotação de um seguro para homens e mulheres são os modelos de carros preferidos pelo público feminino. 

Por hábito, as mulheres são mais precavidas e isso as leva a escolher carros que não sejam muito procurados por criminosos. Nesse caso, as seguradoras avaliam que aquele veículo tem menos chances de ser roubado e isso ajuda a baixar o preço das apólices.

Prudência e paciência

Tudo o que abordamos nos tópicos anteriores reforça esse aspecto. Como apontamos, a agressividade está intimamente relacionada com o aumento das possibilidades da ocorrência ou envolvimento em acidentes de trânsito.

Fatores como impaciência, não concordar com uma ultrapassagem e não gostar de ser desafiado são pontos recorrentes no público masculino. Isso acaba refletindo sobre o comportamento atrás do volante.

Por exemplo, em caso de uma fechada as mulheres tendem a avaliar a situação e a serem mais responsáveis. Já a tendência entre os homens é o de revidar aquilo que considerou uma agressão.

E por falar em riscos, as mulheres costumam avaliar o trajeto e tentar considerar quais são as possíveis eventualidades que poderão lhes acometer. É uma ideia interessante que as permite reduzir alguns riscos complicados, como estacionar em local propício para roubos.

Diferenças no valor

Em alguns levantamentos feitos nos últimos anos, essa diferença de preços de seguros para homens e mulheres fica bem clara na prática. Boa parte deles sugere uma diferença, em beneficio das mulheres, de mais de 20%. Veja alguns exemplos:

  • Palio 1.0 Fire:

Público masculino: R$2.660

Público feminino: R$1.982

  • Ford Ka 1.0 SEL

Público masculino: R$1.975

Público feminino: R$1.707

Por outro lado, temos que lembrar que o oposto também pode ocorrer. Ou seja, mais caro para elas e mais barato para eles. Mas, o fato é que ainda é momento de aproveitar o seguro de carros para mulheres mais barato. A tendência é de que os valores, a cada ano, se tornem mais equiparados.

Andar segurada e protegida nunca é demais. Nesse sentido, aproveitar os preços e condições oferecidos no seguro de carro para mulher é uma oportunidade muito bem vinda em muitos casos. Claro, para que tudo possa correr bem é preciso sempre ter o cuidado de procurar o seu seguro em seguradoras e corretoras que sejam de confiança e ofereçam segurança.Por isso, é sempre válido pedir ajuda e sugestões para os amigos e até mesmo na concessionária de confiança, o que evita muitas possíveis dores de cabeça no futuro.

Então, curtiu saber alguns motivos de o seguro de carro para mulher ser mais barato? Aproveite e siga a gente no Twitter e se inscreva em nosso canal do YouTube para acompanhar todas as nossas atualizações!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"