Vale a pena antecipar parcelas do consórcio automotivo?

O consórcio automotivo é uma grande ferramenta para conquistar novos bens. Não sem motivo, o consórcio continua sendo um dos grandes destaques do segmento quando o assunto é aquisição de bens.

Porém, com tanta gente interessada por ele, também surgem muitas dúvidas. Uma delas é se vale a pena antecipar as parcelas do consórcio automotivo. É o que vamos responder neste artigo, apresentando os diferenciais e os benefícios do consórcio para quem pretende antecipar parcelas. Venha conosco!

Como o consórcio funciona?

O consórcio funciona de forma simples e transparente. Basicamente, os consorciados formam um grupo de pessoas interessadas em comprar um mesmo bem — nesse caso, um carro.

Dessa forma, com as parcelas que cada um paga mês a mês, cria-se uma espécie de poupança. A cada mês, o montante acumulado nessa poupança é suficiente para comprar uma determinada quantidade de carros, e isso acontece sucessivamente até o final do consórcio, ou quando todos são contemplados.

Isso pode acontecer das seguintes maneiras:

  • sorteio — periodicamente, são realizados sorteios entre os participantes do grupo para que recebam a carta de crédito antes do término das parcelas mensais;

  • lance — também são oferecidos leilões, em que os participantes podem fazer lances (que são valores antecipados do consórcio), sendo que o maior é contemplado com a carta de crédito;

  • Final — todos participantes que ainda não tiverem sido contemplados ou sorteados recebem a carta de crédito no valor do bem.

Vale a pena antecipar parcelas? 

Como qualquer tipo de aporte monetário, antecipar ou não as parcelas do consórcio dependerá muito dos seus objetivos. Por isso, é preciso fazer uma análise aprofundada das suas finanças para entender se a antecipação vai de encontro com seus objetivos de médio e longo prazos.

Antes de qualquer coisa, é preciso entender como são calculadas as parcelas do consórcio, e como isso pode impactar nos planos de antecipar seu pagamento.

Cálculo das parcelas do consórcio

As parcelas do Consórcio Nacional Honda são constituídas da seguinte maneira: a soma dos percentuais destinados ao fundo comum, ao fundo de reserva, à taxa de administração e ao seguro de vida.

A composição de cada um desses itens é simples, mas vamos destrinchar para não ficar nenhuma dúvida:

  • taxa de administração — essa é a taxa que o Consórcio Nacional Honda cobra para formar, organizar e administrar o grupo de consorciados, desde a primeira assembleia até a última;

  • fundo comum — é o fundo em que ficam os recursos destinados à concessão de crédito aos consorciados contemplados e também à restituição de valores às pessoas excluídas do grupo;

  • fundo de reserva — é o percentual cobrado sobre o valor do bem para ser utilizado na cobertura de algumas situações previstas contratualmente, como insuficiências do fundo comum, demandas judiciais, etc.;

  • seguro de vida — como o próprio nome já diz, esse seguro garante o pagamento das parcelas em caso de morte do consorciado, de modo que os demais consorciados do grupo não são afetados.

Vale ressaltar que as parcelas podem variar em função do tempo. Isso não tem nada a ver com juros ou algo parecido: a variação acontece por conta da mudança do valor do bem. Ou seja, se o valor do veículo for reajustado pelo fabricante, a parcela também será corrigida até alcançar o novo valor do bem.

Antecipação inversa das parcelas

No Consórcio Nacional Honda, só existe uma modalidade de antecipação das parcelas: a inversa. Nela, a antecipação só pode ser realizada na ordem contrária — ou seja, da última parcela para a primeira.

Essa antecipação pode ser feita utilizando o slip (boleto de pagamento) que o consorciado recebe, anotando o valor desejado no campo “Valor Cobrado”, na ocasião da realização do pagamento.

Quais são as vantagens de antecipar as parcelas do consórcio?

Bom, agora você já sabe como funcionam as parcelas e o modelo de antecipação do Consórcio Nacional Honda, certo? Então vamos apresentar, a seguir, algumas das vantagens de fazer a antecipação da parcela.

Se alguma dessas vantagens estiver alinhada com as suas necessidades atuais, então vale a pena considerar fazer a antecipação.

Redução do saldo devedor

Sabemos que o consórcio é um investimento a longo prazo. Portanto, se você está preocupado com o futuro das suas finanças, mas tem algumas reservas atualmente, pode ser uma boa manobra antecipar as parcelas do consórcio.

Dessa forma, sempre que sobra um dinheirinho, você poderá reduzir o saldo devedor para evitar imprevistos lá na frente.

Alívio na renda comprometida mensalmente

Muitas vezes, passamos por situações adversas durante um tempo, e o valor da parcela que outrora cabia no orçamento pode começar a pesar.

No caso de uma mudança ou perda de emprego, usar o valor da rescisão para adiantar as parcelas pode trazer mais tranquilidade até que a situação financeira se estabilize novamente.

Quais são as desvantagens de antecipar as parcelas do consórcio?

Apesar de ser bastante vantajoso para muitas pessoas, antecipar as parcelas do consórcio pode não ser tão interessante para outras.

Por isso, a seguir, apresentamos algumas das desvantagens da antecipação de parcelas. Se você se encaixa em algum desses casos, talvez seja melhor reconsiderar a antecipação e seguir o fluxo normal das parcelas do consórcio.

Não contemplação imediata

Antecipar as parcelas, ao contrário do que muita gente pensa, não dá o direito à contemplação imediata — mesmo nos casos de quitação da cota.

Isso acontece porque o processo do consórcio deve ser seguido rigorosamente, e a antecipação das parcelas não pode ser considerada como um lance. Portanto, antecipar e até quitar a cota dessa forma não garante que você será contemplado imediatamente.

Antecipação x lance

Se você tem o capital e está pensando em antecipar as parcelas para aliviar o saldo a longo prazo, talvez valha a pena considerar o valor que você pretende aplicar na antecipação.

Fazendo isso, fica mais fácil saber se vale mais a pena antecipar as parcelas ou já aproveitar uma assembleia para fazer um lance e ter uma chance maior de ser contemplado a curto prazo.

E aí, conseguimos ajudar você a decidir se vale a pena antecipar parcelas do consórcio? Essa é uma decisão pessoal e que precisa ser feita perante uma análise das suas finanças. A antecipação pode ser uma boa estratégia para ter parcelas que cabem no bolso e o seu carro mais próximo de você.

Quer saber como o CNH pode ajudá-lo a ter um Honda novo na garagem? Faça uma simulação sem custo!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"