Você sabe como funciona o freio de estacionamento eletrônico?

Os avanços tecnológicos causam impactos diretos no universo automobilístico. Cada vez mais, as inovações tornam o ato de dirigir algo cada vez mais fácil, confortável e prazeroso.

Uma das inovações implantadas nos últimos tempos pelas montadoras foi o freio de estacionamento eletrônico (FEE). De forma bem fácil, prática e segura, o veículo fica “ancorado” em qualquer tipo de local em que é necessário parar.

Neste post, abordaremos um pouco do que é o freio de estacionamento eletrônico, algumas curiosidades e suas particularidades mais importantes. Confira!

A praticidade do freio de estacionamento eletrônico

O freio de estacionamento eletrônico começou a aparecer nos veículos no início dos anos 2000. Ele chegou fazendo pouquíssimo alarde no mercado, mas há motivos bastante consideráveis para que a indústria automotiva global adote a nova tecnologia de uma forma definitiva.

Com esse sistema eletrônico, não há necessidade de uma alavanca dura e pesada instalada na cabine do veículo, nem é necessário um mecanismo de cabo ligado às pastilhas de freio da roda traseira.

Ampliação do espaço utilizável

O freio de estacionamento eletrônico é acionado por um pequeno interruptor no console central. Isso libera espaço na cabine para conveniências importantes, como mais porta-copos, um apoiador para celulares ou um botão de controle de volume do sistema de áudio.

O interruptor do mecanismo pode, teoricamente, ser montado em qualquer lugar da cabine. Contudo, localizado no console central, perto da alavanca de mudança de marchas, ele permanece ao alcance fácil do motorista.

Alguns casos particulares

Empresas como a Porsche e Mercedes-Benz otimizam ainda mais o que é dito no tópico anterior. Essas montadoras optaram por colocar o interruptor no painel, à direita da coluna de direção.

Lá, o botão, além de ser manuseado facilmente pelo motorista, permite que ainda mais espaço livre para recursos de conforto e conveniência no console central sejam instalados.

O modo de funcionamento

O sistema de freio de estacionamento eletrônico utiliza um módulo próprio separado ou funciona como uma função do módulo de controle de estabilidade (dependendo do fabricante). Para acomodar o freio de estacionamento eletrônico, as pastilhas de freio traseiras operam por meio de um sistema hidráulico/elétrico, em vez de hidráulico/mecânico.

Para acionar o sistema, o condutor simplesmente aperta o interruptor do freio de estacionamento eletrônico (ou o puxa, em alguns carros). Isso envia um sinal para a unidade de controle do sistema, que por sua vez envia um sinal para ativar os motores elétricos nas pinças de freio traseiras.

Na maioria dos veículos, todo esse processo funciona apenas se o freio que é acionado pelo comando dos pés estiver pressionado no momento de apertar ou puxar o botão, conforme o caso.

Outras vantagens do freio de estacionamento eletrônico

Conforme mencionado anteriormente, esse sistema libera algum espaço no veículo para a instalação de alguns itens de conforto pelo fabricante. No entanto, o freio de estacionamento eletrônico possui também outras vantagens.

Ser controlado eletronicamente significa que algumas funções podem ser automatizadas.

Partida automática

Na maioria dos casos, se a porta do condutor estiver fechada, o cinto de segurança encaixado e a alavanca de seleção do câmbio na posição Drive, o motorista pode simplesmente acionar o pedal do acelerador, e o freio de estacionamento será liberado automaticamente.

Possibilidade de programação

Por outro lado, se o motorista esquecer de aplicar o freio de estacionamento, ele pode ser programado para funcionar automaticamente, caso a alavanca de seleção de câmbio estiver na posição Park ou Neutral, e o cinto de segurança solto quando a porta for aberta.

Contudo, nem todos os fabricantes oferecem esses tipos de instalações.

Hill holder

O freio de estacionamento eletrônico também pode ser usado para outras funções, como auxiliar de partida em subidas (Hill holder).

Esse sistema aciona os freios traseiros quando o automóvel é parado em uma inclinação, segurando o veículo pelo curto espaço de tempo em que o motorista move o pé do freio para o acelerador, impedindo assim o seu retorno.

Freio de emergência

Dependendo da configuração individual do veículo, o FEE pode ser usado como freio de emergência.

Ao simplesmente levantar/apertar ou puxar/empurrar o interruptor do FEE e segurá-lo, o freio de estacionamento será aplicado, levando o carro a uma parada de emergência.

Algumas precauções em caso de necessidade de reparos

Há algumas precauções que o mecânico habilitado a fazer esse tipo de serviço deve observar ao trabalhar no FEE de um carro. Se alguma manutenção for realizada, o carro deve primeiro ser colocado no “modo de serviço”.

Como você pode imaginar, seu mecânico não quer que o freio de estacionamento seja acionado enquanto as mãos dele estão trabalhando no sistema.

Além do que já foi dito, se o FEE é aplicado enquanto as pastilhas de freio são removidas do disco, ele pode puxar o pistão da pinça para fora, danificando as pastilhas.

Simplicidade e praticidade

Em suma, esse é um sistema simples, mas bastante inteligente. Ele também possui a vantagem de não precisar de ajustes, uma vez que não existem cabos que esticam e se desgastam ao longo do tempo.

O melhor de tudo é que, com o freio de estacionamento eletrônico, você deixa de ter a desagradável função de ter de puxar forte uma alavanca dura e a preocupação de desativá-la ao partir com o veículo novamente. Quem, em seus primeiros dias como motorista, nunca se esqueceu disso?

Outra vantagem é a série de mecanismos de segurança e conforto ao motorista que se torna possível a partir da utilização desse tipo de sistema implantado no veículo.

Fica a torcida de que esse maravilhoso recurso se torne cada vez mais popular, podendo também equipar no futuro até os veículos mais baratos. O que é perfeitamente possível, tendo em vista o galopante avanço tecnológico que experimentamos nos dias atuais.

Esperamos que tenha gostado de aprender um pouco mais a respeito do freio de estacionamento eletrônico, um dos mais funcionais e promissores recursos possíveis nos veículos de hoje em dia.

Quer continuar bem informado e por dentro das nossas novidades? Então, assine a nossa newsletter e receba conteúdo de qualidade diretamente em sua caixa de entrada!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"