Carro fora de linha: vender é a melhor alternativa?

5 minutos para ler

Por melhor e mais popular que seja o modelo de um veículo, todos acabam chegando ao mesmo destino em algum momento: ele para de ser fabricado. Alguns exemplares passam de mãos em mãos até não funcionarem mais e é necessário buscar um modelo novo. Se alguém tem um carro fora de linha, a reação mais comum é vendê-lo e comprar um novo 0 km.

Em situações como estas, muitas pessoas acabam se apressando e não conseguem fazer uma boa venda, outras esperam demais e não conseguem nada pelo carro. Se este é o seu caso, é importante estar atento a outros fatores, além da própria descontinuação do modelo, para maximizar o benefício da sua venda.

Quer entender melhor o assunto e descobrir o que fazer? Então, acompanhe!

Quais os prejuízos de manter um carro fora de linha?

Se você tem algum apego ao seu automóvel, pode ser que seja um pouco mais difícil criar coragem para se desfazer. Porém, quanto mais tempo você esperar, mais difícil vai ser conseguir alguma compensação.

Veja aqui alguns bons motivos para não adiar a venda de um carro que saiu de linha.

Mais dificuldade para encontrar peças

Depois que um modelo deixa de ser fabricado, é bem provável que muitas de suas peças também saiam de linha. No primeiro ano, umas delas ainda serão fabricadas outras serão encontradas em algumas lojas. Depois de mais algum tempo, elas começam a sumir dos estoques e você não terá mais como conservar seu veículo.

Isso faz com que os custos de reparação fiquem cada vez maiores e o carro começa a apresentar uma performance cada vez menor, mês a mês. No fim das contas, há uma boa chance de o carro ficar preso na garagem.

Desvalorização constante do veículo para revenda

Uma vez anunciada a descontinuidade de uma linha, todos os veículos que estão no mercado perdem uma boa parte de seu valor. Enquanto esse carro não se tornar um item de colecionador ou algo do tipo, é bem provável que continue a perder valor a cada dia.

Em outras palavras, quanto mais você esperar para recuperar uma parte do que investiu nele, menor será o retorno. Além disso, se esperar demais, pode ser que nem consiga tirá-lo da garagem para a venda.

Maior possibilidade de defeitos

Independentemente de seu nível de qualidade, todo veículo acaba apresentando defeito em algum momento. Isso significa que, quando falamos em um carro fora de linha — que costuma ser mais antigo, essas chances são bem mais altas, sendo que a possibilidade de mais problema aumenta a cada dia.

Além do mais, deixar um carro parado por muito tempo acarreta problemas no motor, faz com que outras peças percam sua durabilidade, dificultando sua conservação e afetando negativamente seu valor ao longo do tempo.

Menor interesse do público a longo prazo

Por fim, mas não menos importante, é bom lembrar que, no geral, os motoristas procuram carros que sejam mais recentes e estejam em boas condições. Isso significa que um modelo de 6 anos atrás será menos interessante que algum com apenas 2 anos de uso. Isso também implica no valor da revenda, principalmente se já for um carro fora de linha.

Como vender um carro que já saiu de linha?

Considerando todos os pontos que mencionamos, é fácil entender que, na maioria dos casos, o melhor é vender logo seu veículo. Porém, isso pode parecer bem difícil para quem não entende tão bem do assunto. Para ajudar, trouxemos aqui algumas dicas para vender seu carro depois que ele sair de linha. Confira.

Tente vender assim que souber que ele sairá de linha

Como já mencionamos, a desvalorização do veículo aumenta muito assim que é feito o anúncio de descontinuação de seu modelo, sendo que ela tende a pesar mais a medida que o tempo passa. Sendo assim, quanto antes você conseguir fechar a sua venda, será mais fácil vender por um valor considerável.

O ideal é conseguir fechar negócio ainda no primeiro ano de descontinuidade do veículo, enquanto ainda há um estoque de peças e outros exemplares no mercado.

Conte com a ajuda de especialistas

Em muitos casos, a melhor forma de fechar essa venda com rapidez, segurança e um bom preço é contar com algum apoio. Uma concessionária especializada em seminovos e usados ajudará bastante nesse momento porque, com a proximidade de seus melhores clientes, ela terá maiores chances de fechar negócio em menos tempo.

A Honda HPoint conta com uma equipe especializada para te ajudar neste momento! Clique aqui e fale com um de nossos especialistas.

Quer aprender outras estratégias para fechar o melhor negócio? Então leia o nosso guia para comprar ou trocar de carro e descubra tudo precisa saber.

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Share This