Quanto tempo demora para ser contemplado no consórcio? Confira!

6 minutos para ler

No Brasil, a situação econômica é de estagnação, embora haja uma tímida resposta da economia prevista para o ano de 2019. Sendo assim, para investir corretamente, seja em qualquer tipo de bem, é preciso planejar, fazer orçamentos e escolher a melhor forma de pagamento, a fim de não ter prejuízos no futuro.

Nesse contexto, o consórcio se destaca como uma das opções de pagamento. Muitas pessoas têm dúvidas sobre esse assunto, mas a resposta depende de vários fatores. Para ajudar, explicaremos, neste artigo, o que é e como funciona o consórcio, o que pode favorecer ou impedir a compra do bem e quanto tempo demora para ser contemplado no consórcio. Confira!

O que é o consórcio e como ele funciona?

De modo geral, o consórcio é uma forma de adquirir um bem quando a pessoa não possui a totalidade do valor necessário para comprá-lo. Esse serviço é oferecido por empresas que têm autorização legal para trabalhar no ramo e que exercem o papel de administradoras de consórcios.

Para tanto, é preciso reunir indivíduos que estão interessados em comprar um bem em comum, o que pode ser um apartamento ou um veículo, por exemplo, de determinada faixa de preço.

Todos os meses os participantes contribuem com um valor mensal estipulado que, quando somado, será suficiente para comprar no mínimo 1 bem por mês.

A pessoa (ou pessoas) que receberá a soma do dinheiro e poderá adquirir o bem será definida por um sorteio. No entanto, ela deve continuar pagando as parcelas até o final do contrato. Ao final deste, todos os participantes serão contemplados e conseguirão comprar o bem.

Outra forma de conseguir ser contemplado é dar lances, que funcionam como uma espécie de entrada. A pessoa que der o maior lance do grupo será contemplada, visto que ela conseguirá pagar um maior número de parcelas de uma vez.

Quais são as vantagens e desvantagens dessa forma de pagamento?

Vantagens

O financiamento é uma opção de pagamento bastante comum e, em comparação ao consórcio, tem a desvantagem de ter juros acrescidos. Já nas parcelas do consórcio não há juros, somente uma taxa administrativa para a empresa que o administra.

Afinal, há custos para formar o grupo, organizar o dinheiro e realizar os sorteios, entre outras funções. A taxa administrativa é diluída entre todas as parcelas do contrato, o que deixa o pagamento mais suave.

Outra vantagem é que para contratar um consórcio não é necessário comprovar renda ou ter avalista. O pagamento é feito por boletos, o que facilita bastante o processo e o deixa mais seguro. Portanto, há menos burocracia.

Por fim, o consórcio é uma forma de pagamento maleável. Isso porque é possível escolher um contrato que se adapte à realidade financeira da pessoa. Assim, pode-se optar por menor tempo de duração, com parcelas mais caras, ou por tempo prolongado, com parcelas mais brandas.

Desvantagens

A principal desvantagem de um consórcio é, sem dúvidas, o tempo de contemplação. Isso porque a pessoa pode ser sorteada no início do seu contrato, no meio ou somente no final. Sendo assim, se o contrato tem duração total de 10 anos, o indivíduo pode conseguir comprar o seu bem no primeiro mês ou somente após 10 anos.

Dessa forma, o consórcio não é indicado para pessoas que desejam ou necessitam comprar o bem em um intervalo de tempo menor. Afinal, a contemplação geralmente ocorre em médio e longo prazos.

Porém, existem algumas ações que ajudam a pessoa a ser contemplada mais rapidamente, o que veremos a seguir.

O que fazer para ser contemplado mais rapidamente?

A contemplação, fora o sorteio, existem duas modalidades de lance: lance livre e lance fixo, sendo que os percentuais podem variar conforme a administradora do consórcio.

No lance livre, a pessoa escolhe o percentual que deseja oferecer. Para que ela seja contemplada é preciso que o seu lance seja o maior (ou um dos maiores) do grupo. No lance fixo de 15%, o indivíduo precisa pagar 15% do valor total de crédito.

Em alguns sorteios é possível que duas ou mais pessoas deem lances fixos. Para que o desempate ocorra é observada a cota sorteada e qual é a mais próxima dela. Se a cota sorteada foi a de número 5, por exemplo, e pessoas de cota 10 e 20 ofereceram lances fixos, a pessoa 10 será contemplada, visto que está mais próxima do número sorteado.

Por fim, é fundamental quitar as parcelas em dia, já que problemas financeiros e judiciais com administradora podem atrasar a aquisição do bem.

O que pode impedir a contemplação?

A falta de pagamento das parcelas do consórcio pode fazer com que a cota do participante seja retirada do sorteio. Essa regra varia de administradora para administradora. Em alguns contratos, o atraso de apenas uma parcela já inviabiliza a participação no sorteio, enquanto em outros é necessário que sejam 3 ou mais, por exemplo.

De qualquer forma, é fundamental evitar a inadimplência, a fim de não prejudicar os outros participantes. Afinal, os valores das mensalidades somados são suficientes para pagar um bem. Dessa forma, é preciso que todos os participantes estejam em dia para que o sorteado consiga quitar o bem por completo.

A falta de lances não impede a contemplação, pois ela é feita por sorteios. No entanto, diminui a chance do participante ser contemplado no início do contrato. É por esse motivo que, se possível, é recomendado fazer lances de porcentagens relevantes.

E então, entendeu como funciona e quanto tempo demora para ser contemplado no consórcio? Pessoas que não têm necessidade de comprar o bem rapidamente podem optar por essa modalidade, uma vez que não existem juros e há pouca burocracia. Do contrário, é recomendado pesquisar outras formas de pagamento, como o financiamento.

O consórcio de veículos é uma prática muito comum para comprar veículos. Quer adquirir o seu carro da Honda? Então, entre em contato conosco e conheça as opções!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Share This